terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Hairótico

o teu peito
na taça da minha mão.
E bebo...

3 comentários:

ma grande folle de soeur disse...

já tinha saudades dos hairóticos. Belo...

Dinis Lapa disse...

Eu também gosto, mas fica demasiado explícito por ter título. Aliás, gostava de saber a opinião dos haijins e leitores que visitam este blogue em relação ao titulo, a intitular um haiku. É que me soa a batota pois é praticamente mais um verso. É suposto fazer-se a coisa em 3 versos, e no Japão até exigem uma métrica especial. Ainda para mais, é suposto ficar uma sugestão, um suspiro...

Não sei, se calhar até se deve dar título em nome do próprio haiku, face o pleonasmo.

David Rodrigues disse...

Caro Dinis:

Obrigado pelo teu comentário. Permite-me ser conciso: os meus haiku não têm título: o que tem título são os meus posts. Nunca publiquei haiku com título e concordo que o título é uma chave de leitura que o haiku se for bom não precisa... e se precisar não é bom.
Os posts é que precisam de um localizador (se vires a série de haiku sobre Gaza verás que a ideia é situar os versos e não titulá-los).
Mais uma vez obrigado e recebe um abraço amigo do

David Rodrigues